news:

Sul de Minas

Final de semana violento no Sul de Minas, com homicídios e tentativas


foto_principal.jpg
10/07/2018

Homicídios, tentativas e acidente com arma de fogo marcou o fim de semana no Sul de Minas.

 

Este final de semana foi muito violento no Sul de Minas. Na cidade de São Tomás de Aquino, uma mulher de 66 anos foi morta a pauladas quando dormia. O crime foi cometido pelo seu marido, que tem 77 anos. Além de matar a mulher, ele também tentou matar o filho, porém, o rapaz acordou e se defendeu. O idoso foi preso e na polícia ele alegou que matou a mulher e queria matar o filho "a mando do demônio".

 

Em Varginha, na noite de domingo, um homem de 32 anos matou sua companheira a facadas na frente de sua filha, uma criança de 7 anos. O assassino disse que matou por ciúmes, pois a mulher estava trabalhando fora de casa e isso o irritou. A mulher foi morta com três facadas, o casal tinha dois filhos, um de 3 anos e outra de 7 anos. O suspeito foi preso em flagrante e as crianças foram entregues a guarda da avó materna.

 

Na cidade de Inconfidentes, um proprietário de um bar, um homem de 34 anos, foi preso por porte ilegal de arma de fogo após ter disparado, acidentalmente, contra um balconista de 57 anos, que ficou ferido no braço. O acidente aconteceu na manhã de domingo.

 

Em Ouro Fino, também no Sul de Minas, uma mulher de 42 anos foi presa pela polícia, ela é suspeita de ter ateado fogo ao seu companheiro quando ele dormia na noite de domingo. A vítima, de 34 anos, foi transferida, em estado grave, para o Setor de Queimados do Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. Na casa, a PM encontrou uma garrafa com um pouco de gasolina, mas a mulher negou que havia ateado fogo ao seu companheiro. A polícia trabalha com a hipótese de crime passional, a mulher foi levada para o presídio de Pouso Alegre, onde aguardará o desenrolar da justiça.

Homicídios, tentativas e acidente com arma de fogo marcou o fim de semana no Sul de Minas.


 


Este final de semana foi muito violento no Sul de Minas. Na cidade de São Tomás de Aquino, uma mulher de 66 anos foi morta a pauladas quando dormia. O crime foi cometido pelo seu marido, que tem 77 anos. Além de matar a mulher, ele também tentou matar o filho, porém, o rapaz acordou e se defendeu. O idoso foi preso e na polícia ele alegou que matou a mulher e queria matar o filho "a mando do demônio".


 


PATROCINADORES

Em Varginha, na noite de domingo, um homem de 32 anos matou sua companheira a facadas na frente de sua filha, uma criança de 7 anos. O assassino disse que matou por ciúmes, pois a mulher estava trabalhando fora de casa e isso o irritou. A mulher foi morta com três facadas, o casal tinha dois filhos, um de 3 anos e outra de 7 anos. O suspeito foi preso em flagrante e as crianças foram entregues a guarda da avó materna.


 


Na cidade de Inconfidentes, um proprietário de um bar, um homem de 34 anos, foi preso por porte ilegal de arma de fogo após ter disparado, acidentalmente, contra um balconista de 57 anos, que ficou ferido no braço. O acidente aconteceu na manhã de domingo.


 


Em Ouro Fino, também no Sul de Minas, uma mulher de 42 anos foi presa pela polícia, ela é suspeita de ter ateado fogo ao seu companheiro quando ele dormia na noite de domingo. A vítima, de 34 anos, foi transferida, em estado grave, para o Setor de Queimados do Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. Na casa, a PM encontrou uma garrafa com um pouco de gasolina, mas a mulher negou que havia ateado fogo ao seu companheiro. A polícia trabalha com a hipótese de crime passional, a mulher foi levada para o presídio de Pouso Alegre, onde aguardará o desenrolar da justiça.


Homicídios, tentativas e acidente com arma de fogo marcou o fim de semana no Sul de Minas.



Este final de semana foi muito violento no Sul de Minas. Na cidade de São Tomás de Aquino, uma mulher de 66 anos foi morta a pauladas quando dormia. O crime foi cometido pelo seu marido, que tem 77 anos. Além de matar a mulher, ele também tentou matar o filho, porém, o rapaz acordou e se defendeu. O idoso foi preso e na polícia ele alegou que matou a mulher e queria matar o filho "a mando do demônio".



Em Varginha, na noite de domingo, um homem de 32 anos matou sua companheira a facadas na frente de sua filha, uma criança de 7 anos. O assassino disse que matou por ciúmes, pois a mulher estava trabalhando fora de casa e isso o irritou. A mulher foi morta com três facadas, o casal tinha dois filhos, um de 3 anos e outra de 7 anos. O suspeito foi preso em flagrante e as crianças foram entregues a guarda da avó materna.



PATROCINADORES

Na cidade de Inconfidentes, um proprietário de um bar, um homem de 34 anos, foi preso por porte ilegal de arma de fogo após ter disparado, acidentalmente, contra um balconista de 57 anos, que ficou ferido no braço. O acidente aconteceu na manhã de domingo.



Em Ouro Fino, também no Sul de Minas, uma mulher de 42 anos foi presa pela polícia, ela é suspeita de ter ateado fogo ao seu companheiro quando ele dormia na noite de domingo. A vítima, de 34 anos, foi transferida, em estado grave, para o Setor de Queimados do Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. Na casa, a PM encontrou uma garrafa com um pouco de gasolina, mas a mulher negou que havia ateado fogo ao seu companheiro. A polícia trabalha com a hipótese de crime passional, a mulher foi levada para o presídio de Pouso Alegre, onde aguardará o desenrolar da justiça.



Veja Também