news:

Notícias

Criança e mulher morrem em tiroteio no Rio de Janeiro


foto_principal.jpg
17/03/2018

Confronto entre policiais militares e criminosos no Complexo do Alemão também deixou feridos.

 

Um tiroteio entre policiais militares e criminosos resultou na morte de uma criança e de uma mulher no Complexo do Alemão, Rio de Janeiro, na noite desta sexta-feira. O confronto também deixou feridos. De acordo com a Polícia Militar (PM), quatro criminosos que estavam em um automóvel atiraram com fuzis contra uma viatura parada na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Fazendinha, na avenida Itaoca. Os policiais revidaram e partiram em perseguição aos bandidos.

 

A criança foi baleada durante o tiroteio e a mãe, que a carregava em um carrinho, ficou ferida com os disparos. Uma outra mulher, Maria Lúcia da Costa, de 58 anos, também foi atingida e morreu. Dois dos criminosos foram feridos e presos. Os outros dois conseguiram fugir. Um fuzil e o veículo usado pelos bandidos, um Jeep Renegade branco, foram apreendidos.

 

Por causa do confronto, moradores fizeram um protesto que forçou a interdição de avenidas. O Batalhão de Choque foi enviado ao local para controlar a situação e desobstruir as vias. Segundo a assessoria da PM, houve ainda confrontos em vários pontos do Complexo do Alemão, podendo haver outros feridos. A polícia está percorrendo os hospitais da região, para checar se houve o ingresso de criminosos feridos.

 

 

Intervenção

 

A segurança pública do Estado do Rio de Janeiro está sob intervenção federal desde 16 de fevereiro, em uma tentativa do governo de Michel Temer de contornar a inépcia das autoridades estaduais no combate ao crime. Com o decreto, as policiais Civil e Militar estão sob o comando do interventor designado pelo presidente, o general Braga Netto.

Confronto entre policiais militares e criminosos no Complexo do Alemão também deixou feridos.


 


Um tiroteio entre policiais militares e criminosos resultou na morte de uma criança e de uma mulher no Complexo do Alemão, Rio de Janeiro, na noite desta sexta-feira. O confronto também deixou feridos. De acordo com a Polícia Militar (PM), quatro criminosos que estavam em um automóvel atiraram com fuzis contra uma viatura parada na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Fazendinha, na avenida Itaoca. Os policiais revidaram e partiram em perseguição aos bandidos.


 


A criança foi baleada durante o tiroteio e a mãe, que a carregava em um carrinho, ficou ferida com os disparos. Uma outra mulher, Maria Lúcia da Costa, de 58 anos, também foi atingida e morreu. Dois dos criminosos foram feridos e presos. Os outros dois conseguiram fugir. Um fuzil e o veículo usado pelos bandidos, um Jeep Renegade branco, foram apreendidos.


 


PATROCINADORES

Por causa do confronto, moradores fizeram um protesto que forçou a interdição de avenidas. O Batalhão de Choque foi enviado ao local para controlar a situação e desobstruir as vias. Segundo a assessoria da PM, houve ainda confrontos em vários pontos do Complexo do Alemão, podendo haver outros feridos. A polícia está percorrendo os hospitais da região, para checar se houve o ingresso de criminosos feridos.


 


 


Intervenção


 


A segurança pública do Estado do Rio de Janeiro está sob intervenção federal desde 16 de fevereiro, em uma tentativa do governo de Michel Temer de contornar a inépcia das autoridades estaduais no combate ao crime. Com o decreto, as policiais Civil e Militar estão sob o comando do interventor designado pelo presidente, o general Braga Netto.


Confronto entre policiais militares e criminosos no Complexo do Alemão também deixou feridos.



Um tiroteio entre policiais militares e criminosos resultou na morte de uma criança e de uma mulher no Complexo do Alemão, Rio de Janeiro, na noite desta sexta-feira. O confronto também deixou feridos. De acordo com a Polícia Militar (PM), quatro criminosos que estavam em um automóvel atiraram com fuzis contra uma viatura parada na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Fazendinha, na avenida Itaoca. Os policiais revidaram e partiram em perseguição aos bandidos.



A criança foi baleada durante o tiroteio e a mãe, que a carregava em um carrinho, ficou ferida com os disparos. Uma outra mulher, Maria Lúcia da Costa, de 58 anos, também foi atingida e morreu. Dois dos criminosos foram feridos e presos. Os outros dois conseguiram fugir. Um fuzil e o veículo usado pelos bandidos, um Jeep Renegade branco, foram apreendidos.



PATROCINADORES

Por causa do confronto, moradores fizeram um protesto que forçou a interdição de avenidas. O Batalhão de Choque foi enviado ao local para controlar a situação e desobstruir as vias. Segundo a assessoria da PM, houve ainda confrontos em vários pontos do Complexo do Alemão, podendo haver outros feridos. A polícia está percorrendo os hospitais da região, para checar se houve o ingresso de criminosos feridos.



Intervenção



A segurança pública do Estado do Rio de Janeiro está sob intervenção federal desde 16 de fevereiro, em uma tentativa do governo de Michel Temer de contornar a inépcia das autoridades estaduais no combate ao crime. Com o decreto, as policiais Civil e Militar estão sob o comando do interventor designado pelo presidente, o general Braga Netto.



Veja Também