news:

Notícias

Forte chuva alaga ruas e avenidas em Belo Horizonte


foto_principal.jpg
17/03/2018

Rua Jaceguai e avenidas Barão Homem de Melo e Francisco Sá foram algumas das vias tomadas pela água; a Região Oeste foi a mais atingida.

 

 

A forte chuva que atingiu Belo Horizonte, na tarde desta sexta-feira (16), causou pontos de alagamentos em ruas e avenidas. O temporal também provocou queda de árvores na cidade e desabamentos. Por volta das 17h15, a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) orientou a população para que permanecesse em seus locais de trabalho até que a chuva pare.

 

Até o início da noite, o Corpo de Bombeiros registrou 45 ocorrências na capital e na Região Metropolitana. Vinte e oito são de inundação e veículos arrastados, quatro de queda de árvore, oito de curto-circuito, três de risco de desabamento e duas de desabamento. Em uma delas, duas crianças já foram resgatadas com vida. Já a Comdec registrou 32 ocorrências até as 18h50.

 

A Região Oeste é uma das mais atingidas. Segundo a Defesa Civil, choveu cerca de 49 milímetros em 20 minutos na região.

 

Um dos pontos de alagamento foi registrado na Avenida Francisco Sá, no cruzamento com a Avenida Amazonas. Carros foram levados pela água. Segundo a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), o tráfego foi impedido nos dois sentidos.

 

Motoristas ficaram presos dentro de carros durante a enxurrada.

 

Também no bairro Prado, a chuva alagou a Rua Jaceguai, na altura do cruzamento com a Rua dos Pampas, e enxurrada arrastou veículos.

 

A Avenida Barão Homem de Melo também foi tomada pela água. A BHTrans informou que o trânsito foi fechado na altura do cruzamento com a Avenida Silva Lobo.

 

A Defesa Civil também emitiu alerta de transbordamento dos córregos Ressaca e dos Coqueiros, na Região da Pampulha, e do Gorduras, na Região Nordeste, e Cachoeirinha, na Região Noroeste.

 

Ainda conforme a empresa, há vários locais em que semáforos apresentaram problemas, como a Avenida Amazonas e a Savassi.

 

 

Carro é virado em enxurrada na Avenida Francisco Sá, Região Oeste de Belo Horizonte.

 

 

Duas mulheres foram resgatadas com vida após o deslizamento de um barranco no bairro Vila Primeiro de Maio, na Região Norte de Belo Horizonte, na noite desta sexta-feira (16).

 

Às 18h15, o Corpo de Bombeiros informou que duas crianças haviam sido resgatadas com vida no deslizamento na Vila Primeiro de Maio. Às 19h30, a informação era que haviam oito pessoas na casa no momento do deslizamento, sendo que seis, entre elas uma criança, haviam conseguido sair. As duas mulheres foram retiradas com vida no mesmo horário.

 

Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, elas foram levadas para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, sem gravidade.

 

 

Quedas de árvore

 

Na Avenida Augusto de Lima, na Região Centro-Sul, uma árvore caiu sobre um veículo. De acordo com a Comdec, ninguém ficou ferido.

 

No bairro Santo Antônio, também na Região Centro-Sul, outra árvore caiu sobre um carro que estava parado na Rua Santo Antônio do Monte. De acordo com o Corpo de Bombeiros, neste caso, também não houve vítimas.

 

Também houve queda de árvore na Avenida Brasil e na Avenida Getúlio Vargas, no bairro Funcionários, na Região Centro-Sul, na Rua Augusto José dos Santos, no bairro Betânia, na Região Oeste, e na Avenida Carlos Luz, no bairro Caiçara, na Região Noroeste.

 

Por volta das 17h40, o Aerorporto da Pampulha estava fechado para pousos e decolagens.

 

 

Árvore cai na Avenida Carlos Luz, no bairro Caiçara, em Belo Horizonte.

 

 

Contagem

 

A forte chuva também atingiu Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Defesa Civil do município, o temporal causou alagamentos na Avenida Pio XII e na Rua Nossa Senhora da Paz, no bairro Água Branca. A Praça do Divino, no bairro Ressaca, também ficou alagada.

 

Ainda de acordo com a Defesa Civil, um muro desabou no bairro Morada Nova. Em nenhuma das ocorrências, conforme o órgão, há vítimas.

 

 

Queda de energia

 

As regiões Centro-Sul e Venda Nova, em Belo Horizonte, e as cidades de Nova Lima, Contagem e Igarapé, ficaram sem luz nesta sexta-feira. De acordo com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), a forte chuva veio acompanhada de muitas descargas atmosféricas e ventos superiores a 70 quilômetros por hora. Cerca de 200 empregados atuam no restabelecimento de energia.

Rua Jaceguai e avenidas Barão Homem de Melo e Francisco Sá foram algumas das vias tomadas pela água; a Região Oeste foi a mais atingida.


 


 


A forte chuva que atingiu Belo Horizonte, na tarde desta sexta-feira (16), causou pontos de alagamentos em ruas e avenidas. O temporal também provocou queda de árvores na cidade e desabamentos. Por volta das 17h15, a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) orientou a população para que permanecesse em seus locais de trabalho até que a chuva pare.


 


Até o início da noite, o Corpo de Bombeiros registrou 45 ocorrências na capital e na Região Metropolitana. Vinte e oito são de inundação e veículos arrastados, quatro de queda de árvore, oito de curto-circuito, três de risco de desabamento e duas de desabamento. Em uma delas, duas crianças já foram resgatadas com vida. Já a Comdec registrou 32 ocorrências até as 18h50.


 


A Região Oeste é uma das mais atingidas. Segundo a Defesa Civil, choveu cerca de 49 milímetros em 20 minutos na região.


 


Um dos pontos de alagamento foi registrado na Avenida Francisco Sá, no cruzamento com a Avenida Amazonas. Carros foram levados pela água. Segundo a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), o tráfego foi impedido nos dois sentidos.


 


Motoristas ficaram presos dentro de carros durante a enxurrada.


 


Também no bairro Prado, a chuva alagou a Rua Jaceguai, na altura do cruzamento com a Rua dos Pampas, e enxurrada arrastou veículos.


 


A Avenida Barão Homem de Melo também foi tomada pela água. A BHTrans informou que o trânsito foi fechado na altura do cruzamento com a Avenida Silva Lobo.


 


A Defesa Civil também emitiu alerta de transbordamento dos córregos Ressaca e dos Coqueiros, na Região da Pampulha, e do Gorduras, na Região Nordeste, e Cachoeirinha, na Região Noroeste.


 


Ainda conforme a empresa, há vários locais em que semáforos apresentaram problemas, como a Avenida Amazonas e a Savassi.


 


 


Carro é virado em enxurrada na Avenida Francisco Sá, Região Oeste de Belo Horizonte.


 


 


Duas mulheres foram resgatadas com vida após o deslizamento de um barranco no bairro Vila Primeiro de Maio, na Região Norte de Belo Horizonte, na noite desta sexta-feira (16).


 


Às 18h15, o Corpo de Bombeiros informou que duas crianças haviam sido resgatadas com vida no deslizamento na Vila Primeiro de Maio. Às 19h30, a informação era que haviam oito pessoas na casa no momento do deslizamento, sendo que seis, entre elas uma criança, haviam conseguido sair. As duas mulheres foram retiradas com vida no mesmo horário.


PATROCINADORES

 


Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, elas foram levadas para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, sem gravidade.


 


 


Quedas de árvore


 


Na Avenida Augusto de Lima, na Região Centro-Sul, uma árvore caiu sobre um veículo. De acordo com a Comdec, ninguém ficou ferido.


 


No bairro Santo Antônio, também na Região Centro-Sul, outra árvore caiu sobre um carro que estava parado na Rua Santo Antônio do Monte. De acordo com o Corpo de Bombeiros, neste caso, também não houve vítimas.


 


Também houve queda de árvore na Avenida Brasil e na Avenida Getúlio Vargas, no bairro Funcionários, na Região Centro-Sul, na Rua Augusto José dos Santos, no bairro Betânia, na Região Oeste, e na Avenida Carlos Luz, no bairro Caiçara, na Região Noroeste.


 


Por volta das 17h40, o Aerorporto da Pampulha estava fechado para pousos e decolagens.


 


 


Árvore cai na Avenida Carlos Luz, no bairro Caiçara, em Belo Horizonte.


 


 


Contagem


 


A forte chuva também atingiu Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Defesa Civil do município, o temporal causou alagamentos na Avenida Pio XII e na Rua Nossa Senhora da Paz, no bairro Água Branca. A Praça do Divino, no bairro Ressaca, também ficou alagada.


 


Ainda de acordo com a Defesa Civil, um muro desabou no bairro Morada Nova. Em nenhuma das ocorrências, conforme o órgão, há vítimas.


 


 


Queda de energia


 


As regiões Centro-Sul e Venda Nova, em Belo Horizonte, e as cidades de Nova Lima, Contagem e Igarapé, ficaram sem luz nesta sexta-feira. De acordo com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), a forte chuva veio acompanhada de muitas descargas atmosféricas e ventos superiores a 70 quilômetros por hora. Cerca de 200 empregados atuam no restabelecimento de energia.


Rua Jaceguai e avenidas Barão Homem de Melo e Francisco Sá foram algumas das vias tomadas pela água; a Região Oeste foi a mais atingida.



A forte chuva que atingiu Belo Horizonte, na tarde desta sexta-feira (16), causou pontos de alagamentos em ruas e avenidas. O temporal também provocou queda de árvores na cidade e desabamentos. Por volta das 17h15, a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) orientou a população para que permanecesse em seus locais de trabalho até que a chuva pare.



Até o início da noite, o Corpo de Bombeiros registrou 45 ocorrências na capital e na Região Metropolitana. Vinte e oito são de inundação e veículos arrastados, quatro de queda de árvore, oito de curto-circuito, três de risco de desabamento e duas de desabamento. Em uma delas, duas crianças já foram resgatadas com vida. Já a Comdec registrou 32 ocorrências até as 18h50.



A Região Oeste é uma das mais atingidas. Segundo a Defesa Civil, choveu cerca de 49 milímetros em 20 minutos na região.



Um dos pontos de alagamento foi registrado na Avenida Francisco Sá, no cruzamento com a Avenida Amazonas. Carros foram levados pela água. Segundo a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans), o tráfego foi impedido nos dois sentidos.



Motoristas ficaram presos dentro de carros durante a enxurrada.



Também no bairro Prado, a chuva alagou a Rua Jaceguai, na altura do cruzamento com a Rua dos Pampas, e enxurrada arrastou veículos.



A Avenida Barão Homem de Melo também foi tomada pela água. A BHTrans informou que o trânsito foi fechado na altura do cruzamento com a Avenida Silva Lobo.



A Defesa Civil também emitiu alerta de transbordamento dos córregos Ressaca e dos Coqueiros, na Região da Pampulha, e do Gorduras, na Região Nordeste, e Cachoeirinha, na Região Noroeste.



PATROCINADORES

Ainda conforme a empresa, há vários locais em que semáforos apresentaram problemas, como a Avenida Amazonas e a Savassi.



Carro é virado em enxurrada na Avenida Francisco Sá, Região Oeste de Belo Horizonte.



Duas mulheres foram resgatadas com vida após o deslizamento de um barranco no bairro Vila Primeiro de Maio, na Região Norte de Belo Horizonte, na noite desta sexta-feira (16).



Às 18h15, o Corpo de Bombeiros informou que duas crianças haviam sido resgatadas com vida no deslizamento na Vila Primeiro de Maio. Às 19h30, a informação era que haviam oito pessoas na casa no momento do deslizamento, sendo que seis, entre elas uma criança, haviam conseguido sair. As duas mulheres foram retiradas com vida no mesmo horário.



Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, elas foram levadas para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, sem gravidade.



Quedas de árvore



Na Avenida Augusto de Lima, na Região Centro-Sul, uma árvore caiu sobre um veículo. De acordo com a Comdec, ninguém ficou ferido.



PATROCINADORES

No bairro Santo Antônio, também na Região Centro-Sul, outra árvore caiu sobre um carro que estava parado na Rua Santo Antônio do Monte. De acordo com o Corpo de Bombeiros, neste caso, também não houve vítimas.



Também houve queda de árvore na Avenida Brasil e na Avenida Getúlio Vargas, no bairro Funcionários, na Região Centro-Sul, na Rua Augusto José dos Santos, no bairro Betânia, na Região Oeste, e na Avenida Carlos Luz, no bairro Caiçara, na Região Noroeste.



Por volta das 17h40, o Aerorporto da Pampulha estava fechado para pousos e decolagens.



Árvore cai na Avenida Carlos Luz, no bairro Caiçara, em Belo Horizonte.



Contagem



A forte chuva também atingiu Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a Defesa Civil do município, o temporal causou alagamentos na Avenida Pio XII e na Rua Nossa Senhora da Paz, no bairro Água Branca. A Praça do Divino, no bairro Ressaca, também ficou alagada.



Ainda de acordo com a Defesa Civil, um muro desabou no bairro Morada Nova. Em nenhuma das ocorrências, conforme o órgão, há vítimas.



Queda de energia



As regiões Centro-Sul e Venda Nova, em Belo Horizonte, e as cidades de Nova Lima, Contagem e Igarapé, ficaram sem luz nesta sexta-feira. De acordo com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), a forte chuva veio acompanhada de muitas descargas atmosféricas e ventos superiores a 70 quilômetros por hora. Cerca de 200 empregados atuam no restabelecimento de energia.



Veja Também